terça-feira, 25 de junho de 2013

Manifestação de ontem em Porto Alegre tem 65 pessoas detidas

Aline Leal
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul divulgou hoje (25) que 65 pessoas foram detidas na manifestação de ontem em Porto Alegre, a maioria com antecedentes criminais. Destes, 13 foram presos em flagrante por crimes como roubo, furto qualificado e furto a pedestre. Segundo a Brigada Militar e a Polícia Civil, saqueadores se infiltraram na mobilização, que ocorria de forma pacífica.
Durante os protestos de ontem no centro da cidade, grupos danificaram placas de sinalização, sinais de trânsito e 28 contêineres, entre os quais 17 foram incendiados. Um telecentro comunitário, localizado na Secretaria Municipal da Juventude, que seria inaugurado nas próximas semanas, foi destruído. Houve ainda pichação em prédios públicos e privados do centro histórico da cidade.
De acordo com a prefeitura da capital gaúcha, o prejuízo aos cofres públicos com as depredações registradas durante as quatro manifestações desde a semana passada está em cerca de R$ 895 mil.
Para o secretário de Segurança Pública, Airton Michels, a polícia agiu com correção e profissionalismo para preservar a integridade física dos manifestantes, conter os avanços de vândalos e evitar a depredação dos patrimônios público e privado.
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil